• 9
    Shares

Retificação dos Documentos

 

A retificação dos documentos é mais uma etapa importante para você que está em busca de sua Cidadania Italiana. Logo depois de Encontrar as Certidões que comprovarão às autoridades italianas que você descende de fato de um cidadão italiano, está na hora de preparar sua documentação para que o Oficial do Stato Civile (autoridade que irá analisá-los) não tenha qualquer dúvida de que sua linha de transmissão está correta.

 

De onde vem os erros?

A retificação dos documentos nada mais é do que a correção dos dados incorretos presentes nas certidões. Esses erros são muito comuns principalmente nas certidões seguintes à chegada dos imigrantes no Brasil e ocorreram algumas vezes de forma involuntária no momento da transcrição. Em outros casos havia a intenção do “abrasileiramento” dos nomes e sobrenomes e, como o período mais intenso que ocorreu a imigração italiana foi entre 1880 e 1930, a maioria dos imigrantes não eram alfabetizados, o que impossibilitava de confirmar se os dados que eram escritos estavam corretos.

 

Qual a ordem para retificar?

Uma dúvida muito comum é sobre a ordem das retificações.

Antes de qualquer coisa, você deve ter todos as certidões em inteiro teor reunidas para analisar quais são os erros e então pedir as devidas correções.

É preciso deixar claro que a ordem a ser seguida para corrigir é do documento mais antigo para o mais novo. Isso significa que, se em uma certidão de nascimento está com um nome – por exemplo João Carlo – e todas as outras (Casamento, Óbito, Nascimento dos filhos, etc.) estiverem diferentes – por exemplo João Carlos – as certidões a serem corrigidas são as posteriores ao nascimento, pois estas estão incorretas.

Mesmo quando se trata de erros em certidões de uma única pessoa, ou quando o erro passa de geração em geração, o documento base para descobrir o dado correto sempre deve ser o mais antigo.

 

Quando é necessário?

É importante saber: A única pessoa que poderá dizer com toda certeza quais erros e variações que precisam ou não de serem corrigidas é o Oficial do Stato Civile do comune qual você irá dar entrada na sua prática de cidadania.

Existem comunes em que o oficial irá considerar Giuseppe e José a mesma pessoa. Em outros comunes, os nomes Theresa e Tereza podem causar problemas. Isto porque a lei que rege o processo de cidadania dá muita margem à interpretação e cada comune acabou adotando seus moldes conforme suas próprias necessidades. O problema é que você só descobrirá se estes erros podem ser aceitos ou não quando já estiver na Itália.

Por isso, desde já meu conselho é que você corrija todas os erros e variações. Assim, você não precisará ficar procurando qual comune poderá aceitar seus documentos sem as correções.

 

VAMOS ÀS SEGUINTES SITUAÇÕES

– Variações nos Nomes e/ou Sobrenomes

Estes são os erros mais comuns e os que mais causam dúvidas sobre a necessidade ou não. 

É só o nome do bisavô que está diferente? É só uma letrinha que muda no sobrenome? Em uma certidão consta Giuseppe Morás e em outra mais antiga aparece como Giuseppe Antonio Morás?

Meu conselho é sim, retifique! Pois são dados importantes que podem causar dúvida ao Oficial que irá analisar seus documentos.

Isto também vale quando as certidões se referem aos pais e/ou avós. Por exemplo:

Seu avô tem as certidões de nascimento, casamento e eventual óbito corretas. Porém, na certidão de nascimento do seu pai, o nome de seu avô é mencionado mas está diferente. Igualmente, este erro deve ser corrigido.

– Variações nas Datas dos Eventos

Eventos com datas diferentes também são motivo de correção. Em algumas certidões, devido à incerteza do declarante e até mesmo na fonética (assim como no caso dos nomes) podem ocorrer erros nos dias, meses e até anos. Exemplo: 23 para 26, março para maio, junho para julho e etc.

Mas a retificação mais comum relacionada à data está presente nas certidões de óbito. Como o declarante por vezes era um filho, um genro, um compadre etc, as informações nem sempre estavam corretas. A idade, por exemplo, era informada como “faleceu com 80 anos ” mas quando for comparada com a data de nascimento, a data pode não conferir.

Precisa corrigir? Mais uma vez: quem poderá dizer sobre a necessidade da retificação é o Oficial do Comune qual você irá dar entrada. Mas é aconselhado que as datas também sejam corrigidas para ficarem uniformes. 

 – Dados dos Cônjuges com Variação e Erros

Tecnicamente, as variações presentes nos nomes dos cônjuges não necessitam de correção, principalmente quando se tratam variações e não de erros quais podem colocar em questão se estão falando da mesma pessoa. Porém, relembrando que a palavra final sempre é do oficial do comune onde você vai realizar a sua prática.

 

Consulado x Itália

Uma informação que você precisa se atentar é onde você irá dar entrada no seu processo.

No consulado italiano no Brasil, nem sempre as retificações serão exigidas. Porque os consulados têm maior flexibilidade e meios de constatar as informações contidas nas certidões brasileiras. No próprio site do consulado consta que em caso de erros e variações dos documentos, caso as pessoas da sua linha de transmissão tenham falecidos, você não precisa corrigir os documentos de quem já faleceu. Mesmo sendo Giuseppe/José, Morás/Morais etc.

Porém, para o(s) requerente(s), ou seja, quem for dar entrada no processo de reconhecimento, as retificações são necessárias quando suas certidões não estão uniformes, seja no nome, sobrenome data e local de nascimento.

Já quando o lugar onde você irá dar entrada no seu processo é um comune na Itália, minha sugestão é retificar todos os erros contidos nas certidões a fim de uniformizar as informações.

Assim, você não corre o risco de dar entrada em um comune e ter seu pedido refutado por um oficial.

 

Como Fazer as Retificações?

Agora que sabe quais são os erros a serem corrigidos, como fazer?

Para isso, preparamos para você um novo post explicando como você poderá solicitar as retificações, sejam elas por via Judicial ou via Administrativa (extrajudicial). Para acessar o artigo é só clicar aqui.

 

Gostou do post? Ficou com alguma dúvida?

Deixe nos comentários que logo vamos te responder!

63 Comments

  • Simone

    Oi!
    O sobrenome do meu antenati nas certidoes de nascimento e casamento dele era Ragagnin. Quando meu avô nasceu no Brasil, alteraram na certidão de nascimento do meu avô a grafia do nome do meu bisavô de “Sante” para “Santo” e mantiveram o sobrenome do meu bisavô correto “Ragagnin”. Mas…alteraram a grafia do sobrenome para “Reganin” para o meu avô, que foi registrado como João Reganin.

    Precisaria corrigir o sobrenome do meu avô? E então o da minha mãe e depois o meu? E então o dos meus filhos?🤔

  • Susan

    Bom dia, Itália Ponto

    Meu bisavô italiano se chama Properzio, mas ao entrar no Brasil adotou o nome Ociliano. Como provar que são a mesma pessoa? Tenho todas as certidões mas a de nascimento está Properzio e a de casamento e óbito está como Ociliano.

  • Heloisa Molari

    Ola Matias,

    Eu e minha Irma estamos interessadas em iniciar o processo da cidadania Italiana. So tem um problema, o sobrenome do meu bisavo era Moleri and quando ele registrou o filho dele no Brasil, eles escreveram Molari. Vc acha que eu preciso fazer a ratificacao ou posso tentar com o nome Molari mesmo, considerando que eu teria que mudar toda a minha documentcao, o que complicaria minha vida, ja que eu tenho cidadania Americana com o nome Molari.

    Obrigada!

    Heloisa

  • juliana

    bom dia , minha linha de transmissao e bisavo , avo e pai porem minha avo que nao e da linha esta completamente errado so o maria igual chegando ate mim errado devo retificar , o problema e que meus documentos ja estao prontos , vou perder tudo para retificar

  • Emerson Vicente Dias

    Bom dia, tenho uma questão quanto a ratificação.
    Os bisavós da minha esposa são ambos italianos. No registro de casamento de seus bisavós no Brasil, consta com o nome da bisavó com sendo “Luisa”. Entretanto, na certidões dos descendentes (filhos, netos..) e também na certidão de óbito dela consta seu nome como sendo “Maria”. Quanto ao sobrenome, e nome dos pais da bisavó, estão todos corretos – o que comprova que é a mesma pessoa:

    Ou seja, casou Luisa e depois virou Maria, a única coisa diferente é isto… Ela entretanto, não é a pessoa dante causa no processo, mas o seu esposo – o bisavô.
    Já estou com a certidão italiana de nascimento do bisavô que será a pessoa dante causa no processo, queria achar a da bisavó para resolver o problema e ratificar tudo.. entretanto está difícil de encontrar na Itália.
    A pergunta é: É imprescindível a ratificação do seu nome mesmo que ela não seja a pessoa dante causa ou é possível fazer o processo sem fazer esta ratificação. Lembro que na certidão do próximo descendente no processo – no caso o avô da minha esposa – consta na certidão que o seu pai italiano foi quem registrou o filho no cartório..

  • Arthur

    Olá, Matias

    Acredito que meu caso é um tanto complicado: ainda falta achar a certidão de casamento (religiosa) do meu Dante Causa (tetravô), mas já sei que seu sobrenome original não condiz com o usado por seus descendentes (linha paterna direta, no meu caso). Meu antenado chegou a Pernambuco na década de 1880 com o nome de Vincenzo Vomero, que depois se tornou Vicente Vomero e Vicente Ferreira Vomero, segundo consta no batismo de seus filhos. Esses por sua vez, já adultos, (e inclusive também a viúva de Vicente (falecido c. 1892 no Pará)) passaram a adotar a escrita Wolmer. Ou seja, a partir do meu trisavô, todos os descendentes tiveram o sobrenome Wolmer (desconheço o motivo da mudança).

    De toda forma, não tenho interesse nem sei se seria viável retificar o nome de cinco gerações, inclusive o meu próprio, até porque existem dezenas de descendentes ainda vivos de Vicente que também carregam o nome. Nesse caso é imprescindível a retificação para o reconhecimento da cidadania?

    • Matias

      Olá Arthur!
      Me diz uma coisa, onde pretende dar entrada com seu processo de reconhecimento?

      Como disse no post no consulado italiano no Brasil, nem sempre as retificações serão exigidas.

      Já quando o lugar onde você irá dar entrada no seu processo é um comune na Itália, a sugestão é retificar todos os erros contidos nas certidões a fim de uniformizar as informações.
      Procure antes entrar em contato com o comune onde você irá dar entrada no seu processo, pois alguns comunes aceitam pequenas variações.

      Abraços!

  • Gilmar

    Matias, tudo bom? Sou novato no assunto cidadania italiana;
    O sobrenome do meu dante causa e as datas de nascimento não batem com as certidões de casamento e óbito, ambas ocorreram no Brasil.
    Você acha que eu deveria fazer retificação? Desde já agradeço.

    • Matias

      Olá Maristela,

      Tudo irá depender do(s) cartório(s) qual a sra. deverá entrar em contato, mas é possível que sim.
      Minha sugestão é iniciar as retificações do documento mais antigo para o mais novo, assim você também poderá apresentar estas certidões que forem corrigidas como provas.

      Abraços.

  • Caroline

    Olá,

    No post você comenta que normalmente não é necessária a correção de erros e variações no nome do cônjuge do antenato, mas no caso de existirem variações no nome dos pais dele nas certidões brasileiras, qual é o procedimento?

    • Matias

      Olá Caroline,

      Atenção. Quando se trata de cônjuges, normalmente não é necessário porque o oficial está preocupado com a linha de transmissão entre dante causa e o requerente ao reconhecimento. Porém, quando o nome do cônjuge apresenta variações que podem colocar o oficial em dúvida a recomendação é corrigir.

      Sobre as variações dos pais do antenato, a recomendação é a mesma: Corrigir, pois ainda estamos falando desta linha de transmissão.
      No entanto, o procedimento para que as retificações serem feitas, alguns cartórios exigem a certidão de nascimento italiana do pai e da mãe e nem sempre estas certidões são encontradas.
      Já outros cartórios, apenas a certidão de nascimento do antenato com os nomes dos pais presentes é o suficiente.

      Abraços

  • Rosa

    Quando tem variação no nome dos conjuges o que eu faço? Eu não vou usar para o processo mas aparecem em algumas certidões diferentes. É o nome da minha avó que está como Antonieta e depois Antonia e Maria Antonia na minha certidão de nascimento como avós paternos. Eu posso deixar assim ou pode complicar

  • Lucia

    Boa tarde Matias! Parabéns pelo blog, são dicas valiosas!

    Procurei por aqui mas não encontrei sobre certidões italianas apostiladas. Quando eu fui ao cartório solicitar as devidas correções, a atendente me informou que para corrigir as certidões do meu bisavô de casamento e óbito vou precisar da certidão de nascimento com a apostila italiana. A certidão de óbito não está neste cartório mas ela já me orientou que será necessário também.
    Você pode me esclarecer esta dúvida?
    Obrigada

    • Matias

      Boa tarde Lucia,
      Agradeço as palavras!

      Sim, isso procede. O apostilamento de haia é feito na Prefettura da Província de nascimento do antenato, com a finalidade de validar a mesma para ser utilizada no exterior. Alguns cartórios exigem o apostilamento e a tradução da certidão par ao português.

  • Samuel

    Show de bola essas dicas! Mas estou meio perdido numa certidão.
    O documento do italiano veio com o pai sem o sobrenome. E agora? Aparece Giovanni Fantin, de Valentino e Anna Manzoni. Cara isso é normal? Porque eu sei que já é um problemão retificar em cartórios no Brasil imagina na Itália sem falar o italiano. Você já fez retificação na Itália? Valeu

  • Belotti

    Olá Matias, parabéns pelo blog cara!

    Tenho uma duvida. Terminei de reunir todos os documentos e me deparei com a seguinte situação:
    Meu bisavô chama-se Bellotti Pietro e a única certidão que aparece dois LL e dois TT é na de nascimento dele.

    Depois, todas as certidões dele (casamento e óbito) dos seus filhos até meu pai aparece Belotti.

    Como você recomendaria para pedir a retificação do documento italiano? É possível fazer via judicial? Porque é apenas uma certidão que está diferente das outras, entende?

    Abraços,
    Obrigado!

    • Matias

      Olá Belotti,
      Muito obrigado!

      Atenção! A ordem a ser seguida para corrigir é do documento mais antigo para o mais novo. Isso significa que a certidão correta é a de nascimento de seu antenato e as posteriores estão erradas, por isso devem ser corrigidas.
      Eu entendo que seria apenas uma certidão a ser corrigida, mas isso não é possível.

      Abraços.

        • Matias

          Infelizmente não temos outra maneira pra retificar.
          Como eu falei no artigo, procure antes entrar em contato com o comune onde você irá dar entrada no seu processo. Alguns comunes aceitam pequenas variações.
          Abraços.

  • Mel

    Oi me dá um help.
    O sobrenome do meu dante causa é COMPAGNONI, porém desde o meu bisavô minha mãe está como COMPAGNONI.

    Preciso pedir retificação?
    Obrigada.

      • Matias

        Sem problemas, eu imaginei isso hehe

        Tudo vai depender do comune que você irá dar entrada no seu processo de reconhecimento. Para ter 100% de certeza, é necessário você entrar em contato com o oficial do comune para saber sobre a necessidade desta correção ou não.
        Mas como eu disse, caso você não queira arriscar o ideal é corrigir os documentos pra não depender da sorte de cair num comune onde pequenas variações podem ser aceitas.

        Abraços.

  • Cesar Santos

    Olá obrigado por compartilhar essas dicas!!!
    Na certidão italiana do meu bisavô, consta ANGELO PUTTINI mas aí na certidão de casamento está ANGELO PUTIN e na de óbito está como ANGELO PUTTINNI, eu terei que retificar isso?
    Nas certidões dos filhos deles até aonde aparece o sobrenome diferente eu vou ter que retificar também? Pretendo ir pra Itália ainda este ano

    • Matias

      Olá Cesar,

      Como eu disse no artigo ” A única pessoa que poderá dizer com toda certeza quais erros e variações que precisam ou não de serem corrigidas é o Oficial do Stato Civile do comune qual você irá dar entrada na sua prática de cidadania”
      Caso você não queira arriscar o ideal é corrigir os documentos pra não depender da sorte de cair num comune onde pequenas variações podem ser aceitas.

      Abraços.

  • Jussara

    Oi preciso de uma ajuda

    Na certidão de óbito aparece que meu avô faleceu com 81 anos mais fazendo as continhas ele tinha 80 isso comparando com a certidão de nascimento ele nasceu em 1921 né. Por causa desse erro eu tambem preciso retificar? estou com minha viagem programada para outubro? obrigada

    • Matias

      Olá Anete

      “Abrasileiramento” é quando o nome foi traduzido, por exemplo Giuseppe/José, Giovanni/João, Pietro/Pedro, Luigi/Luis e assim por diante.

      Abraço.

  • Maurício

    Opa boa noite

    No meu caso o sobrenome do meu antenato era Moretto e virou Moreti. Vou ter de arrumar o sobrenome em todos os documentos? Obrigado desde já

    • Matias

      Bom dia Maurício,

      Caso você não queira arriscar o ideal é corrigir os documentos pra não depender da sorte de cair num comune onde pequenas variações podem ser aceitas.
      O recomendado é retificar sim os documentos onde constam estas variações.

      Abraços.

  • Lucas Carlos

    E quando há um nome a mais na certidão de nascimento de seu dante causa? Na certidão de casamento e óbito está Luis Magrini mas no nascimento consta Luigi Antonio Magrini. Abração

  • Luísa

    Olá Matias, estou com um probleminha.
    Eu sei que as certidões do cônjuge não são necessárias, mas acontece que nas certidões do meu bisavô de casamento e óbito onde aparecem o nome da minha bisavó existem diferenças. Estão como “Catarina Emilia Rossi” e “Emília Rosa Padovan”
    Isso pode dar algum problema? Eu solicitei ao cartório a retificação do casamento mas eles exigiram a certidão de nascimento dela apostilada e não sabemos onde está. Procuramos no museu da imigração, habilitação de casamento e também entramos em contato com o comune onde meu bisavô nasceu na Itália mas não conseguimos nada.
    Agradeço desde já pela atenção.

    • Matias

      Bom dia Luísa,

      A finalidade das retificações é uniformizar os dados para que o oficial do comune qual irá analisar seus documentos tenha certeza de que sua linha de transmissão está correta e de que se tratam das mesmas pessoas nos documentos apresentados.
      Embora não seja necessária retificação nos documentos dos cônjuges, “Catarina Emilia Rossi” e “Emília Rosa Padovan” podem causar dúvida ao oficial e devem sim serem corrigidos.
      Se for possível, me envie por e-mail os dados que você possui de sua bisavó, uma vez que o cartório exigiu a certidão dela para fazer as retificações.

      contato@italiapontodoc.com

  • Carmen

    Bom dia fiquei sabendo que não vou precisar fazer retificação pois meu antenato se chamava Giovanni Battista na certidão de nascimento e nas outras esta como José Batista. Isso procede? Obrigada

  • Carlos

    Olá, Parabéns pelo blog!

    Estou com dúvida sobre retificação do cônjuge…
    Se o nome da minha vó (esposa do avô q me passa o direito) na minha certidão de nascimento estiver diferente do casamento dela eu devo retificar? Eh assim: Antônia Barbosa e Antonietta Barboza. Será q tem algum problema?? Att

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *